top of page

Schneider Pereira Caixeta

Pesquisa concluída

IFG

Doutor em Linguística pela UNB. Mestre em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP-FCLAr. Graduado em Letras (Português/Inglês) pela UFG-CAC. Professor de Português e Inglês no Instituto Federal de Goiás - Campus Anápolis.

Principais projetos

“Agora eu fiquei doce”: o discurso da autoestima no Sertanejo Universitário

“Agora eu fiquei doce”: o discurso da autoestima no Sertanejo Universitário

CAIXETA, Schneider Pereira

Dissertação

2014-2016

Este projeto visa analisar o discurso das letras de canções do Sertanejo Universitário no que tange à temática da autoestima masculina e feminina como constituição e expressão de identidades sertanejas contemporâneas. Enquanto no Sertanejo de Raiz as letras abordam temas como os prazeres e as dificuldades da vida no campo, no Sertanejo Pop, os temas centrais são o amor não correspondido e a traição. Já os “universitários do sertão” cantam sobre prosperidade, baladas e poligamia, com um evidente enaltecimento à autoestima. Tendo consciência de que nas letras de canções encontramos “concepções de enorme importância para os ouvintes como meio de transmissão de novos ou tradicionais valores em curso” (MEDINA, 1973, p. 22 apud ROCHA; FERNANDES, 2009, p. 1224), é possível afirmar que, ao analisar as canções, podemos entrar em contato com os valores sociais vigentes. Tendo a Análise Dialógica do Discurso como embasamento teórico, teremos condições de adentrar o universo do discurso e entendermos o enunciado, o signo ideológico, a cultura e o(s) sujeito(s) expressos nas letras das canções que constituem o nosso corpus de pesquisa.

bottom of page