Pesquisas - Grenissa Bonvino Stafuzza (UFG – Catalão)

 

Efeitos de sentido no discurso acadêmico institucional

 

Os efeitos de sentido dizem respeito aos diferentes elementos históricos, sociais e linguísticos que perpassam as enunciações produzidas em todo e qualquer discurso. No discurso institucional acadêmico, esses sentidos configuram-se em vozes sociais traduzidas pela consciência valorativa dos grupos de professores e pesquisadores da instituição, revelando suas escolhas e trajetórias teóricas, que refletem seus posicionamentos teóricos e institucionais. Sob essa perspectiva, o mote da pesquisa sugere a discussão sobre o processo de formação de professores, com o objetivo de analisar, tomando como corpus documentos institucionais – Projeto Pedagógico Curricular (PPC), fichas de disciplinas, planos de cursos, linhas de pesquisa, natureza teórica das publicações científicas em periódicos especializados etc. – os efeitos de sentido que perpassam (constituem) o discurso acadêmico institucional. Em relação às escolhas teóricas, a ideia inicial é fomentar uma discussão no que diz respeito às diversas áreas do conhecimento que fundamentam os documentos oficiais institucionais que, por sua vez, orientam as práticas pedagógica, epistemológica e institucional de um curso de Letras (Licenciatura). A determinação da grade curricular, por exemplo, individualiza o discurso acadêmico vinculando-o à historicidade da instituição. Assim, o discurso acadêmico torna-se institucional a partir de sua constituição enunciativa, ou seja, cada instituição, segundo sua natureza sócio-histórica, estabelece uma relação com o discurso acadêmico que se instaura enquanto representação nas práticas acadêmico-institucionais, sendo que os documentos institucionais fundamentam e orientam essa prática (Pesquisa financiada pela FAPEG).